sexta-feira, 18 de junho de 2010

Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel 2010 homenageia Patativa do Assaré

Clipping Educacional - da Livraria da Folha
Poeta cearense Patativa do Assaré será o homenageado desta edição do prêmio
As inscrições para o Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel 2010 - Edição Patativa do Assaré, lançado e organizado pelo MinC (Ministério da Cultura), irão até 30 de julho. O concurso vai selecionar 200 iniciativas culturais vinculadas à criação e produção, pesquisa, formação e difusão do cordel e linguagens associadas.
Homenageado dessa edição, o poeta cearense Patativa do Assaré (1909-2002) é símbolo da cultura popular por representar, em seus versos, o lirismo e a perspicácia do homem do sertão.
O prêmio tem o objetivo de ressaltar a importância do cordel como patrimônio brasileiro, uma vez que colabora para a identidade e a diversidade cultural nacionais.
Podem concorrer poetas, repentistas, cantadores, emboladores, xilógrafos, artistas populares e profissionais ligados ao gênero em quatro categorias. Serão distribuídos R$ 3 milhões entre as iniciativas contempladas.
Cada candidato poderá inscrever até dois projetos, em categorias diferentes, podendo ser selecionado em apenas uma das categorias inscritas.
fonte: http://www1.folha.uol.com.br/

6 comentários:

  1. Publico com correções feitas, peço desculpas. Isto é que posso Chamar de um grande incentivo a cultura neste país, parabéns pelo post esclarecedor na divulgação.

    ResponderExcluir
  2. Em viajem de férias no ano de 1988, eu conheci, na feira de Caruarú, a literatura de Cordel e Patativa.
    Fiquei muito impressionado com a diversidade cultural, tanto do cordel, como daquela região toda.
    Homenagem mais que merecida.
    Um grande abraço
    Giba

    ResponderExcluir
  3. Saudações!
    Amiga SILVANA, com certeza deverá ser um grande evento e uma linda homenagem ao grande, Antonio Gonçalves da Silva, conhecido carinhosamente por Patativa do Assaré,
    “Cá no sertão eu infrento
    A fome, a dô e a misera.
    P’ra sê poeta divera
    Precisa tê sofrimento…”
    (Cante lá que eu canto cá) P.Assaré.
    Parabéns por mais um magnífico Post!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir
  4. Olá amiga Silvana!
    Uma linda homenagem ao grande poeta.
    Certamente o evento estimula a cultura e ao surgimento de novos autores.
    Abraços, Fernandez.

    ResponderExcluir