terça-feira, 10 de novembro de 2009

Cerimonia de 20 anos da Queda do muro de Berlim

video

Emocionante?

Um comentário:

  1. A la hollywood, a encenação é boa, mas o que tem nela de verídico?

    Temo que toda esta história sobre o Muro de Berlim seja um grande cenário, onde os palhaços e arlequins, e não os expectadores, somos nós mesmos!

    De novo, uma armação feita pelo grande político, o grande ditador mundial: EUA (hoje!).

    Até onde sei, o muro não foi uma idealização somente da URSS, mas foi um acordo com as potências da época, que agora posam de "boazinhas".

    No vídeo indicado, em plena Alemanha, usam o inglês (EUA e Grã-Bretanha) para celebrar a queda do muro ou da vitória do capitalismo? Realmente, eu não sei o que dizer.

    E o que dizem os alemães? Alguém parou para lhes perguntar como é ter o seu quintal dividido entre quatro estranhos: línguas estranhas, costumes estranhos, horários estranhos - tudo estranho em sua casa?

    Seguem algumas considerações abaixo
    _______________________________________

    A farsa de que foi a URSS (sozinha) quem "armou" o muro

    A Divisão Original: Berlim divida em 4 setores. Berlim fora conquistada pelo Exército Vermelho em maio de 1945. De comum acordo, acertado pelo tratado de Yalta e confirmado pelo de Potsdam, entre 1944-45, não importando quem colocasse a bota ou a lagarta do tanque por primeiro na capital do III Reich, comprometia-se a dividi-la com os demais aliados. Desta maneira, apesar dos soviéticos tomarem antes a cidade, e também um expressivo território ao seu redor, tiveram que ceder o lado ocidental dela para os três outros membros da Grande Aliança, vitoriosa em 1945. Assim Berlim viu-se administrada, a partir de 8 de maio de 1945, em quatro setores: o russo, majoritário, o americano, o inglês e o francês. Com o azedar da relação entre os vencedores, em 1948 as quatro zonas reduziram-se a duas: a soviética e a ocidental. Em seguida, Stalin decidiu-se por um bloqueio total contra a cidade em represália ao Plano Marshall, que visava promover o reerguimento econômico da Europa destroçada pela guerra. Todas as estradas de rodagem e de ferro que ligavam Berlim com a Alemanha Ocidental foram então fechadas pelos soviéticos, na tentativa de fazer com que os aliados ocidentais desistissem da sua parte na cidade. Ou saíam ou os berlinenses morreriam de fome e frio.


    HISTÓRICO: Viviam, na Alemanha oriental, pois 90% dos alemães que viviam na alemanha oriental, são unânime a dizer, que qualidade de vida, da Alemanha oriental era muito melhor do que é agora.

    Da Alemanha Ocidental unificada, é a criminalidade que se vê hoje na atual Alemanha. Enquanto que as taxas de desemprego da Al. Oriental eram mínimos, hoje a taxa de desemprego da Alemanha unificada é de quase 20% em certas regiões urbanas.

    Só não há o pânico e a inquietação porque a seguridade social da Alemanha, é bem generosa com a população.

    A conclusão a que muitos dos ex moradores da Alemanha oriental consideram que a unificação foi um passo para trás (conforme o que o NÃO SE VÊ PUBLICADO a la Hollywood).

    ResponderExcluir