sábado, 23 de outubro de 2010

Enem exige uso de caneta preta e proíbe lápis e relógio durante prova

Do G1, em São Paulo
Questões de segurança levaram a restrições, segundo o Inep.
Provas ocorrem em 6 e 7 de novembro.
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano terá restrições mais rígidas durante a realização das provas, em 6 e 7 de novembro deste ano. Os estudantes poderão usar apenas caneta esferográfica preta. Lápis e relógio estão proibidos de entrar nas salas de exame por questões de segurança, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
Outros itens que devem ficar fora das salas, segundo o instituto, são borracha, apontador, lapiseira, grafite, livros, manuais, impressos, anotações, máquinas calculadoras e agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, pagers, bip, walkman, gravador, mp3 ou similar, ou qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens.
Os estudantes deverão levar documento de identificação original e cartão de confirmação da inscrição, enviado pelo correio e disponibilizado na página de acompanhamento do inscrito.
Segundo o Inep, quem não apresentar o documento de identificação original será proibido de entrar na sala de provas. O mesmo ocorre com quem estiver com documento ilegível pelo mau estado de conservação.
"Considera-se como documento de identidade a cédula de identidade expedida por Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, Polícia Militar, Polícia Federal, a identidade expedida pelo Ministério das Relações Exteriores para estrangeiros, a identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei valham como documento de identidade, a Carteira de Trabalho e Previdência Social, o Passaporte e a Carteira Nacional de Habilitação com fotografia (na forma da lei nº 9.503, de 1997)", afirma guia do Inep.
O instituto afirma ainda que não serão aceitos como documentos de identificação protocolos, certidão de nascimento, certidão de casamento, título eleitoral, carteira nacional de habilitação em modelo anterior à lei nº 9.503/97, carteira de estudante, crachás e identidade funcional de natureza pública ou privada que não possua fé pública, validade em todo o território nacional e fotografia.
Segundo o Inep, não haverá mudança do local de prova, como ocorreu no ano passado. “Cada local foi estipulado levando em consideração o endereço dos inscritos e município escolhido para realizar o Enem, indicados no ato da inscrição. Não haverá alteração de local de prova em hipótese alguma”, diz o site do Inep.
Os cerca de 4,6 milhões de inscritos no exame deverão receber os cartões de confirmação de inscrição até esta segunda-feira (25). Os estudantes poderão ainda consultar as informações sobre a inscrição no site http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricao.
Segundo a assessoria de imprensa do instituto, quem não receber o cartão até a próxima segunda-feira e não conseguir acessar as informações da inscrição no site deverá entrar em contato com Ministério da Educação pelo telefone 0800-61-61-61.
As provas ocorrerão das 13h às 17h30 de 6 de novembro, com questões de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias. No dia 7 de novembro, a prova será realizada das 13h às 18h30, com perguntas sobre linguagens, códigos e suas tecnologias, além de redação, e matemática e suas tecnologias.
Segundo o Inep, os portões de acesso aos locais de prova serão abertos às 12h e fechados às 12h55, de acordo com o horário de Brasília. Não será permitida a entrada do inscrito que se apresentar após o horário estipulado.
Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados na página do Inep até o segundo dia útil após a realização das últimas provas. Os resultados do exame serão divulgado até 15 de janeiro de 2011, de acordo com o instituto.
Fonte: http://g1.globo.com/

0 comentários:

Postar um comentário